O riso e as exclamações de alegria e emoção marcaram a vernissage e as visitas da exposição “Congada | congadinha - fortalecer e transmitir a cultura caipira entre gerações” na Biblioteca Municipal de Socorro.

 

Com um projeto expositivo original, utilizando como matéria prima elementos reciclados e outros recicláveis a exposição “Congada | congadinha” abriu com a sua curadora Marinilda B. Boulay, recebendo adultos e crianças, que se espalharam tanto dentro como fora da Biblioteca, localizada no Paço Municipal, onde diversas atividades foram propostas para as escolas, que prestigiaram a exposição já na sua abertura. Inclusive a fita, que abria o Salão azul onde a exposição propriamente dita foi instalada, foi cortada por tesouras de “brincadeira” que as crianças criaram com seus próprios dedos.

 

Nas 16 fotos em grande formato da fotógrafa belgo-brasileira Clara de Ro, ali expostas pudemos sentir seu olhar emocionado e cheio de ternura ao retratar a Congada de São Benedito e Divino Espírito Santo de Socorro durante o encontro de congadas em Aparecida do Norte em 11 de abril 2015. A fé e a festa foram exaltadas por sua objetiva!

 

Essas fotos em preto e branco contrastavam com as cores alegres da pintura naif e a cerâmica, que teve na mostra um espaço a elas dedicado, assim como com os painéis em acrílica e guache sobre papel realizados pelas crianças, das oito escolas, que participaram das contações de história, dentro do projeto “Congada | congadinha”, que deu seu nome à exposição. Um mastro foi hasteado na exposição, que os participantes podiam decorar com seus desenhos ou mensagens de amor, paz e tolerância inter-religiosa propostas pelo projeto.

 

As artistas Rosângela Politano, Rosa Pereira, Luka, Kelly G. Cardoso, e diversos membros da Congada de São Benedito e Divino Espírito Santo da cidade, entre eles o Mestre Pedro Cezar, a Rainha D. Neuza e o Rei Sr. Benedito estavam presentes, e ficaram muito emocionados em percorrer essa exposição que prestava homenagem a eles e a outros anciãos das Congadas da de Socorro, tais como Mestre Vicente e Dona Iraci, Mestre Maciano, além dos que já nos deixaram como o Mestre Moisés Franco e Mestra D. Leonor mentora do projeto “Congada nas escolas”; entre outros.

 

Textos explicativos dos livros “Congadas nas escolas” e “Fitas e flores”, objetos como o estandarte da congada, seus instrumentos, suas espadas e indumentárias estavam dispostos de tal maneira, que lembrava o cortejo da congada onde o azul e o vermelho são justapostos. O filme “Fitas e Flores” foi projetado durante a visitação, e de maneira interativa os visitantes eram impregnados pela história dessa importante manifestação, podendo assim compreendê-la melhor, e respeitá-la, ajudando no seu fortalecimento.

 

O projeto “Congada | congadinha” e essa exposição, que foi um desdobramento dele, promoveu a valorização dos membros das diferentes congadas ainda ativas em Socorro, contribuindo para a sua continuidade e a transmissão de seus conhecimentos para as gerações mais novas.

 

O projeto  “Congada | congadinha - fortalecer e transmitir a cultura caipira entre gerações” foi realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e do Programa de Ação Cultural- ProAC 2014; a associação e editora ITC, Totem Musicais, Prefeitura Municipal de Socorro através da sua Secretaria Municipal de Cultura e Biblioteca Municipal.

Exposição - "Congada | congadinha"

Copyrigth © 2015 - Marinilda B. Boulay / criação Samuel Vasconcellos

fortalecer e transmitir a cultura caipira entre gerações

Copyrigth © 2015 - Marinilda B. Boulay / criação Samuel Vasconcellos